Domingo, 17 de Outubro de 2004
Seriedade
"Da mulher de César dizia-se que, para além de ser séria, deveria também parecê-lo. Tendo em consideração as implicações do seu comportamento ao nível das percepções dos agentes económicos, é imprescindível que o nosso ministro das Finanças, mais do que parecer sério, o seja efectivamente. Infelizmente, apesar de todas as palavras em contrário, um acto desta natureza não pode ser considerado tecnicamente sério e responsável."

JAP acerca da transferencia do Fundo de Pensões da CGD para a CGA


publicado por psylva às 11:14
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Semear futuras crises

As ideias de Luís Filipe ...

Tufão imobiliário

Ordem, custos e esbanjame...

Política, ideias e pessoa...

HÁBITOS DE RICO E A ARTE ...

As reformas da Chrysler

O que resta da esquerda?

O Governo e a Igreja

Um estado menos “keynesia...

arquivos

Outubro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds