Segunda-feira, 13 de Setembro de 2004
Pacto de Estabilidade e Crescimento
O PEC foi criado no sentido de manter alguma disciplina orçamental entre os governos. Os políticos vêem este acordo com maus olhos já que lhes limita o seu raio de acção. No entanto, o PEC tem a sua razão de existir muito além da mera procura de disciplina orçamental. Trata-se de existir equidade entre os paises da zona EURO. Caso haja endividamento excessivo por parte de algum dos (grandes) paises, isso será traduzido por um aumento do nível de preços e das taxas de juro. Existe um efeito externalidade. Este pacto foi feito de modo a evitar essas externalidades negativas. Trata-se de uma colusão de interesses entre os diversos paises. Contudo, ao que tudo indica o Equilibrio de Nash é mais forte que o equilibrio cooperativo... Mas o chief-economist do BCE já ameaçou aumentar as taxas de juro caso haja revisão do PEC!


publicado por psylva às 11:16
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Semear futuras crises

As ideias de Luís Filipe ...

Tufão imobiliário

Ordem, custos e esbanjame...

Política, ideias e pessoa...

HÁBITOS DE RICO E A ARTE ...

As reformas da Chrysler

O que resta da esquerda?

O Governo e a Igreja

Um estado menos “keynesia...

arquivos

Outubro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds